sábado

Em meu controle.


Não pensei que chegaria a este ponto, mas estou mal.
Amei muito, me entreguei de corpo e alma em uma paixão sem futuro e acabei por perceber que não adianta dar soco em ponta de faca.
Tentei preencher a falta de uma mulher com outra e acabei por não conseguir nada além do papel de substituto na vida de outra pessoa desiludida.
Enquanto outro affair me coloca como opção, quem realmente gosto já não me olha nem como isso, pois de certa forma me colocou no passado em um baú de esquecimentos.
Encanto-me por alguém que já vive seus momentos de amor e por mais uma vez vejo-me sem mais opções e vontades para buscar felicidade. Não importa as medidas que tomo, as conseqüências serão sempre as mesmas e o vazio em meu peito já não está em meu controle.

Nenhum comentário:

Postar um comentário